November 21, 2019

Please reload

Posts Recentes

Conanda: o grande guardião das crianças e adolescentes foi atacado

November 29, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

V Marcha Contra o Trabalho Infantil promete movimentar ruas do centro do Recife

October 9, 2017

 

Para fomentar as ações alusivas a Semana da Criança o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco - Fepetipe promove nesta terça-feira (10 de outubro), a 5ª edição da Marcha Pernambuco Contra o Trabalho Infantil. O Cendhec integra o Fórum e estará acompanhando a atividade. 

 

A concentração para a Marcha terá início a partir das 13h, no Parque Treze de Maio. O percurso segue pela Rua Princesa Isabel, Rua do Sol, Praça da República, Ponte Buarque de Macedo, Av. Rio Branco e finaliza no Marco Zero. 
 
A Marcha culminará com uma grande ciranda de roda e teatro interativo no Marco Zero, para chamar a atenção do Estado sobre o aumento de casos de trabalho infantil em Pernambuco, demonstrando que nosso Estado não está desenvolvendo ações eficazes na prevenção e na erradicação desta violação de direito da criança e do adolescente. Antes e durante a Marcha, haverá apresentações culturais como: Flash mob, Painel Interativo-itinerante, teatro, depoimento de adolescentes oriundos do trabalho infantil, entre outros.

 

O objetivo da Marcha é conclamar a sociedade e órgãos de defesa de direitos a abrir os olhos para a causa do trabalho infantil em Pernambuco, pois muitas vezes esse tipo de trabalho se dá de forma silenciosa e naturalizada. Além da visibilidade ao tema, a mobilização busca chamar a atenção da sociedade acerca de sua responsabilidade no combate ao trabalho infantil.
 
A expectativa é reunir um grande número de pessoas para chamar a atenção para essa grave violação de direitos da criança e do adolescente, que atinge mais de 2,7 milhões de crianças e adolescentes na faixa etária entre 5 e 17 anos, dos quais, 123 mil estão em Pernambuco, segundo dados divulgados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD/IBGE). 

 

No Brasil ocorreu redução do trabalho infantil, do ano de 2014 para 2015, na faixa etária de 5 a 17 anos. Foram afastadas 659 mil crianças e adolescentes do trabalho no Brasil, o que corresponde a uma redução percentual de 19,8%, mas o Estado de Pernambuco não conseguiu acompanha-la, havendo um acréscimo de 12,8% no trabalho infantil do ano de 2014 e 2015.

 

SOBRE O TRABALHO INFANTIL

 

O trabalho infantil é um fenômeno com muitas causas e muitas responsabilidades. A falta de vagas nas creches, a má qualidade do ensino e a dificuldade de conter a evasão escolar dos adolescentes contribuem para aumentar o número de meninos e meninas no trabalho doméstico, nos campos e nas ruas, correndo o risco de se envolverem com o tráfico de drogas e a exploração sexual.

 

Existe ainda a ideia de que é melhor a criança trabalhar do que ficar na rua e com a realidade das famílias pobres que, muitas vezes, não conseguem garantir sua sobrevivência sem envolver os filhos no trabalho. É preciso avançar com políticas públicas e maior acesso à educação de qualidade. Por isso, governo, empresas e toda a sociedade têm muito para fazer.

 

Na região metropolitana do Recife os principais focos de trabalho infantil é o comércio ambulante, feiras livres, as borracharias, lava jatos e pequenos estabelecimentos.
 
SOBRE O FEPETIPE

 

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco – Fepetipe, foi fundado no ano de 2000 e é um espaço permanente e democrático de articulação, sensibilização e mobilização composto por instituições governamentais e da sociedade civil para a prevenção e erradicação do trabalho infantil em Pernambuco.

 

SERVIÇO
O que? V Marcha Pernambuco contra o Trabalho Infantil
Dia: Terça-feira, 10 de outubro. 
Horário: A partir das 13h. Saída às 14h.
Local: Concentração no Parque Treze de Maio. O percurso segue pela Rua Princesa Isabel, Rua do Sol, Praça da República, Ponte Buarque de Macedo, Av. Rio Branco, encerrando no Marco Zero. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga