November 21, 2019

Please reload

Posts Recentes

Cendhec é homenageado durante Encontro Estadual do Fórum DCA Pernambuco

November 22, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Honraria ao Dom, só por aqueles que são legítimos!

January 8, 2018

 

Em nota pública, o Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social (Cendhec) questiona a concessão do título de patrono brasileiro dos Direitos Humanos a Dom Helder Camara, feita pelo presidente Michel Temer, no dia 26 de dezembro.

 

A nota faz críticas a origem dessa honraria, que vem de um governo e de um conjunto de Deputados que tem práticas no Legislativo e no Executivo Federal completamente contrárias as de Dom Helder e ao que ele defendia. 

 

Além disso, recomenda a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que não aceite tal honraria deste governo a Dom Helder, um legítimo e autêntico defensor dos Direitos Humanos.

 

Confira a Nota completa em PDF e abaixo.

 

 

 

 

 

HONRARIA AO DOM, SÓ POR AQUELES QUE SÃO LEGÍTIMOS!

 

É com muita surpresa e questionamento que o Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social (Cendhec) recebeu a notícia da concessão do título de patrono brasileiro dos Direitos Humanos a Dom Helder Camara, feita pelo presidente Michel Temer, no dia 26 de dezembro, por meio da sanção da Lei Federal 13.581/2017.

 

Nosso inesquecível e incomparável Dom Helder pautou sua história de vida na luta em defesa dos Direitos Humanos, das populações mais pobres e de suas comunidades, um legado sem manchas e repleto de muita Dignidade Humana. Não questionamos aqui se ele é merecedor de tal homenagem, mas a origem dessa honraria, que vem de um governo e de um conjunto de Deputados que tem práticas no Legislativo e no Executivo Federal completamente contrárias as de Dom Helder e ao que ele defendia. Na verdade, o Dom em vida seria um grande questionador de tais práticas e estaria junto a tantos outros brasileiros lutando contra os desmandos desse governo ilegítimo.

 

Enfatizamos que um governo que reduz recursos da Educação, Saúde e Assistência Social, dos Direitos Humanos e de outras áreas estratégicas, que retira direitos trabalhistas e pretende ainda retirar direitos previdenciários, entre outras violações, não é digno de render homenagens a um ser humano como Dom Helder. Não podemos aceitar esse ato em silêncio, mesmo porque ele pode inclusive ter uma intencionalidade que visa jogar uma cortina de fumaça sobre as práticas nefastas desse governo em relação a maioria da população brasileira, que se encontra mais empobrecida em várias áreas essenciais para sua sobrevivência.

 

Então, homenagem ao Dom só por aqueles que são legítimos, como sua representação para aqueles/as que empreendem a defesa dos Direitos Humanos, para os que são e estão do lado dos trabalhadores/as, a todos/as que estão na defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), da verdadeira Lei de Diretrizes de Base da Educação, do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), da Cultura, do Direito a Cidade, na defesa do homem e da mulher do Campo, dos Povos Tradicionais, dos direitos de crianças e adolescentes, entre tantos outros grupos que amargam e sofrem com as ações do atual governo. A esses, que tem o apoio e a motivação da história de luta do Dom, é que rendemos homenagem e que tem a legitimidade de homenagear Dom Helder Camara.

 

Por fim, recomendamos a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que não aceite tal honraria deste governo a Dom Helder, um legítimo e autêntico defensor dos Direitos Humanos.

 

Equipe CENDHEC

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga