Please reload

Posts Recentes

Sessão Solene homenageia 30 anos do Cendhec

November 14, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Cendhec abre inscrições para Capacitação em Serviços na RPA 3

July 9, 2018

Com o objetivo de qualificar profissionais que atuam na rede de proteção do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, o Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social (Cendhec) está com inscrições abertas para a Capacitação em Serviços, voltado para organizações da Região Político Administrativa (RPA) 3, no Recife.

 

A capacitação terá início no dia 31 de julho e será desenvolvida em cinco encontros. O primeiro encontro será realizado no Centro de Formação Profissional Professor Paulo Freire, no bairro da Madalena. Os outros encontros acontecerão na sede do Cendhec, também na Madalena.

 

Ao todo, são disponibilizadas 30 vagas para profissionais e técnicos de órgãos públicos e entidades não governamentais que realizam o atendimento à criança e ao adolescente na Rede de Proteção da RPA 3, incluindo CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, Escolas, ONGs, outros órgãos e entidades parceiras.

 

A atividade visa capacitar, através da oferta de oficinas, esses profissionais visando à qualificação do atendimento, o incentivo a troca de experiências na articulação em rede ampliada e o estimulo a pró-atividade na identificação e notificação da violência, além de subsidiar a proposição de ações preventivas e de enfrentamento às violências doméstica e sexual nas localidades em que atuam.

 

A RPA 3 do Recife é composta pelos bairros: Aflitos; Alto do Mandu; Alto José Bonifácio; Alto José do Pinho; Apipucos; Brejo da Guabiraba; Brejo de Beberibe; Casa Amarela; Casa Forte; Córrego do Jenipapo; Derby; Dois Irmãos; Espinheiro; Graças; Guabiraba; Jaqueira; Macaxeira; Monteiro; Nova Descoberta; Parnamirim; Passarinho; Pau-Ferro; Poço da Panela, Santana; Sítio dos Pintos; Tamarineira; Mangabeira; Morro da Conceição; Vasco da Gama.

 

As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de julho, através do preenchimento da ficha online que está disponível através do link: https://goo.gl/forms/2fjqXOPkraQq9ORB2. Para tirar dúvidas, encaminhar mensagem para o e-mail programadca@cendhec.org.br.

 

CONTEÚDO

 

A capacitação abordará as temáticas:

 

(i) Breve Histórico dos Direitos da Crcendhec@cendhec.org.briança e do Adolescente e os Marcos Legais; (A construção social e histórica da infância e a legislação pertinente)

(ii) Sistema de Garantia de Direitos, Fluxo de atendimento em Rede e Notificações. (A referencia e contra referência no SGD e na Rede e a informação/notificação legal da violência e o fluxo de atendimento a ser tomado)

(iii) Identificação da violência (compreensão acerca das diversas violências: física, psicológica, omissiva e sexual; situação de riscos e providencias);

(iv) Escuta especializada e o atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual (Os procedimentos de escuta a serem adotados a fim de se diminuir a revitimização e o atendimento à família);

(v) Atividade pratica: Construção da Teia de Proteção no município.

 

Os cinco encontros acontecerão na sede do Cendhec. Seguirão os moldes essencialmente de uma Roda de Diálogo, que possibilita aprofundar a conversa com a participação democrática, a partir da bagagem que cada pessoa possui sobre o assunto.

 

 

SOBRE O TEIA DE PROTEÇÃO

 

O projeto Teia de Proteção é desenvolvido pelo Cendhec através do apoio da organização alemã Kinder Not Hilfe (KNH), sendo voltado para crianças adolescentes jovens e suas famílias, moradoras e moradores de comunidades de baixa renda dos Municípios da Região Metropolitana do Recife, vítimas de violência doméstica e sexual.

 

O objetivo do Teia de Proteção é ampliar e fortalecer a integração para enfrentamento e a prevenção de novas situações de violência através de parceria com órgãos e entidades da rede de proteção. Também procura desenvolver ações de defesa promoção e garantia de direitos que possibilitem o acesso à justiça, além de estimular a capacidade de autoproteção de crianças adolescentes e jovens frente às possíveis situações de violência doméstica e sexual.

 

Busca também ampliar o conhecimento sobre o direito das famílias dos técnicos, técnicas e demais profissionais da rede proteção para que denunciem e notifiquem à violência doméstica e sexual nas comunidades; contribuir para o devido registro dos casos e a notificação junto aos órgãos do sistema de justiça e segurança e do sistema de garantia de direitos; e responsabilizar judicialmente as pessoas que cometeram atos de violência.

 

 

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO

 

Preencha a Ficha para inscrição: https://goo.gl/forms/2fjqXOPkraQq9ORB2

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga