Please reload

Posts Recentes

Sessão Solene homenageia 30 anos do Cendhec

November 14, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Jovens fazem a "Rota da Cidade" para conhecer as desigualdades do Recife

August 17, 2018

 

Dentro das ações do curso de formação Juventude e Espaço Urbano: um olhar sobre a Cidade, o Cendhec promoveu no dia 10 de agosto, a oficina "Rota da Cidade", que contou com um tour pela cidade do Recife e visitas à comunidade do Bode e à ocupação Marielle Franco, no centro da cidade. O intuito dessa atividade foi desenvolver uma reflexão prática sobre Política Urbana e as lutas pelo Direito a Cidade e a reforma urbana.
 
Segundo o coordenador do programa Direito à Cidade, Alexandre Pachêco, buscou-se com a "Rota da Cidade" mostrar aos jovens como a política urbana e os investimentos estão sendo direcionados para as classes média e alta da cidade, enquanto as Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) e comunidades pobres não possuem baixo grau de investimento pelo poder publico. "Também tentamos apresentar aos jovens as possibilidades de resistências e como as pessoas tem disputado a cidade para garantir condições dignas de sobreviver. Lutas que estão acontecendo nas comunidades ZEIS, como o Bode, e quando a população ocupa prédios ociosos e os transformam em moradia onde antes existia descaso e abandono".
 
O passeio começou com as/os jovens saindo do Cendhec, passando pela avenida Herculano Bandeira e Domingos Ferreira, passando pela Pracinha de Boa Viagem e retornando pela Avenida Boa Viagem (orla), observando áreas dotadas de infraestrutura e que recebem a rápida manutenção dessa pelo poder público. Além disso observou-se a verticalização excessiva da Orla que é conhecida pela sombra dos prédios que cobre a praia.
 
Depois, seguiram para a Comunidade do Bode, no bairro do Pina, onde foram recebidos/as por Stilo Santos, liderança Jovem, que apresentou a Livroteca da Comunidade. Stilo também relatou como a juventude tem se envolvido nos debates no Fórum do Plano de Regularização das Zonas Especiais de Interesse Social (PREZEIS). O passeio seguiu até o antigo Aeroclube, onde as comunidades do Bode e Brasília Teimosa tem lutado para que se construa habitacionais para as pessoas que não tem casa. O terreno daria para construir casas para pelo menos 1.000 famílias.
 
De lá, o grupo seguiu até a Ocupação Marielle Franco, do MTST, localizado no antigo edifício Sul América, Praça da Independência, área central do Recife, onde os/as jovens foram recebidos/as por integrantes da coordenação estadual do movimento e pelas coordenadoras da ocupação. No local foi debatido a importância da ocupação para garantia de uma moradia e para as famílias que ali passaram a viver e a ausência de políticas públicas de moradia na cidade do Recife e no Estado de Pernambuco.  
 

 

SOBRE O CURSO

 

O curso Juventude e Espaço Urbano: Um olhar sobre a Cidade é realizado em parceria com o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Política da Criança e do Adolescente da Universidade Federal de Pernambuco (Gecria/UFPE), contando com o apoio das organizações Misereor e OAK Foundation

 

Participam do curso 33 jovens, entre 15 e 19 anos de idade, moradores/as das comunidades recifenses da Mustardinha, Torrões e Nova Descoberta, estudantes da Rede Pública de Ensino. Foram selecionadas/os a partir de um processo que contou com 80 inscritos/as. Em pauta, temáticas como sobre Direitos Humanos, Democracia, Juventude, Estatuto da Juventude, Políticas Públicas para a Juventude, Participação, Direito à Cidade, Política Urbana, Reforma Urbana, Prezeis, Comunicação e Cultura.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga