November 21, 2019

Please reload

Posts Recentes

Conanda: o grande guardião das crianças e adolescentes foi atacado

November 29, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Marcha contra o Trabalho Infantil promete movimentar as principais ruas do centro do Recife

October 4, 2018

Para fomentar as ações alusivas a Semana da Criança o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco - Fepetipe promove na próxima quarta-feira (10 de outubro) a 6ª edição da Marcha Pernambuco contra o Trabalho Infantil. A expectativa é reunir um grande número de pessoas para chamar a atenção para essa grave violação de direitos da criança e do adolescente, que atinge mais de 2,6 milhões de brasileiros na faixa etária entre 5 e 17 anos, dos quais, 123 mil estão no estado de Pernambuco, segundo dados divulgados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD/IBGE) 2015*.

 

A concentração para a Marcha terá início a partir das 13h30min, no Parque 13 de maio. O percurso segue pela Ponte Princesa Isabel, Praça da República, Ponte Buarque de Macedo e Marco Zero do Recife onde acontecerão apresentações culturais e a dispersão. Antes e durante a Marcha, haverá apresentações culturais como: flash mob, teatro, grupo de percussão, apresentação de danças, depoimento de adolescentes oriundos do trabalho infantil e uma grande ciranda de roda envolvendo todos os participantes.

 

O objetivo da Marcha é conclamar a sociedade e órgãos de defesa de direitos a abrir os olhos para a causa do trabalho infantil em Pernambuco, pois muitas vezes esse tipo de trabalho se dá de forma silenciosa e naturalizada. Além da visibilidade ao tema, a mobilização busca chamar a atenção da sociedade acerca de sua responsabilidade no combate ao trabalho infantil.

 

 

SOBRE O TRABALHO INFANTIL

 

O trabalho infantil é um fenômeno com muitas causas e muitas responsabilidades. A falta de vagas nas creches, a má qualidade do ensino e a dificuldade de conter a evasão escolar dos adolescentes contribuem para aumentar o número de meninos e meninas no trabalho doméstico, nos campos e nas ruas, correndo o risco de se envolverem com o tráfico de drogas e a exploração sexual.

 

Existe ainda a ideia de que é melhor a criança trabalhar do que ficar na rua e com a realidade das famílias pobres que, muitas vezes, não conseguem garantir sua sobrevivência sem envolver os filhos no trabalho. É preciso avançar com políticas públicas e maior acesso à educação de qualidade. Por isso, governo, família, empresas e toda a sociedade têm muito para fazer.

 

 

*METODOLOGIA DA PNAD

 

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD 2015) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou o número de 2,6 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho na idade entre 5 a 17 anos trabalham no Brasil. Só em Pernambuco, o número corresponde a 123 mil crianças e adolescentes. Na região metropolitana do Recife os principais focos de trabalho infantil tem sido o comércio ambulante, as feiras livres e os lava-jatos.

 

O Fepetipe e o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil-FNPETI, consideram como última PNAD oficial os dados de 2015, pois a pesquisa divulgada em 2016 teve sua metodologia alterada, deixando de considerar o número de crianças e adolescentes que trabalham para o seu próprio consumo.

 

Os dados apresentados de 1,8 milhão de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos e de 30 mil na faixa de 5 a 9 anos mascaram a realidade do trabalho infantil no Brasil. O número real sobre trabalho infantil, somados os 1,8 milhão aos 716 mil, é de 2,5 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos em 2016. A partir dessa mudança metodológica, as crianças e adolescentes que trabalham na produção para o próprio consumo passaram a ficar excluídas das ações e programas de prevenção e erradicação do trabalho infantil.

 

Essa exclusão é mais uma violência do Estado brasileiro, que desconsidera que crianças e adolescentes nessas ocupações são trabalhadores infantis.

 

 

SOBRE O FEPETIPE

 

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco – Fepetipe, foi fundado no ano de 2000 e é um espaço permanente e democrático de articulação, sensibilização e mobilização composto por instituições governamentais e não governamentais da sociedade civil para a prevenção e erradicação do trabalho infantil em Pernambuco.

 

 

SERVIÇO

 

O que? VI Marcha Pernambuco contra o Trabalho Infantil

Dia: Quarta-feira, 10 de outubro.

Horário: A partir das 13h30min. Saída às 14h.

Local: Concentração no Parque 13 de Maio.

Percurso: Ponte Princesa Isabel, Praça da República, Ponte Buarque de Macedo e Marco Zero do Recife.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga