August 31, 2020

Please reload

Posts Recentes

ANCED lança nota de indignação e repúdio. Mãe perde guarda da filha por motivo de racismo e intolerância religiosa.

August 13, 2020

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Com apoio de 16 organizações, Caranguejo Tabaiares realiza Terra Prometida este sábado (07.12)

December 6, 2019

O evento contará com oficinas, debates e apresentações culturais, das 9h às 22h

 

 

A comunidade de Caranguejo Tabaiares dá mais um exemplo de resistência! Com o apoio de organizações da sociedade civil, que estão envolvidas no conflito fundiário que a comunidade passa há um ano, realizará um grande evento este sábado. Além de apoio financeiro, vários sujeitos e organizações, da própria comunidade e externos se voluntariaram pra participar desse dia, que contará com oficinas (grafitt, produção audiovisual, turbante, etc), rodas de diálogo, perfomance, cinedebate, apresentações culturais e bicicletada.

 

Para a moradora Sarah Marques, participante do Coletivo Caranguejo Tabaiares Resiste, o evento “é a coroação e a celebração de um ano de muita luta, mas também de muitas vitórias. Conseguimos mostrar à comunidade que ela pode falar, que ela sabe do que é seu, de suas riquezas. Esse evento tem uma importância muito grande, porque mostra para toda a cidade e para todo mundo que esse terreno existe, que está aqui há 20 anos parado e que a gente quer que ele seja usado para a nossa comunidade. Porque nossa comunidade está imprensada, sem área de lazer, sem saídas. E a gente precisa desse terreno para isso. E a gente quer mostrar de uma forma importante, garantindo a cultura da nossa comunidade, a beleza da nossa comunidade. Isso ninguém paga e ninguém apaga. Caranguejo Tabaiares Resiste!”

 

Em 2013, 8.799 m² do terreno foram cedidos para a Prefeitura, pela Secretaria do Patrimônio da União para a construção de um habitacional que beneficiaria principalmente as famílias que haviam sido atingidas por um incêndio. Porém, a obra não saiu do papel. Para a advogada do Centro Popular de Direitos Humanos, Tereza Mansi, “o evento é muito importante porque demarca que este terreno está ocioso, mesmo depois da cessão do terreno há seis anos. A cessão aconteceu para que a prefeitura realizasse a regularização fundiária e um projeto urbanístico de melhoria para a comunidade. Mas nada disso foi feito. A população está certa em cobrar uma postura da gestão pública”. 

 

Sarah Marques enfatiza que mesmo sendo um evento-protesto, o movimento solicitou as devidas autorizações da Dircon e demais órgãos envolvidos para a realização do evento. Assim como oficiou o 12° BPM (Batalhão da Polícia Militar). 

 

Os organizadores do evento convidam toda a cidade para participar das atividades e conhecer a comunidade, que tem dado exemplo de luta, tendo conseguido derrubar o decreto que desapropriaria a comunidade, feito pelo prefeito Geraldo Júlio, em julho deste ano e revogado em outubro, após pressão popular.

 

Por Maria Socorro Liberal Peixoto | Comunicadora da Comunidade Caranguejo Tabaiares
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags