• Cendhec

O adeus ao padre Bruno Sechi


O Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social (Cendhec) recebeu, com pesar, a notícia do falecimento do padre Bruno Sechi, fundador do Movimento República de Emaús. O sacerdote italiano, que estava em processo de recuperação da covid-19, faleceu nesta sexta-feira (29), em Belém (PA), aos 80 anos.

Conhecido mundialmente pelo trabalho social que realizava com crianças, adolescentes e jovens, o nome de padre Bruno é reconhecido também aqui, no Brasil, por ter participado de ações políticas que culminaram na elaboração do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Em outubro deste ano, a República de Emaús completará 50 anos de serviços prestados.

Em nota divulgada nas redes sociais, a coordenação executiva do Cendhec, expressou a importância do legado deixado pelo religioso. “Sua história e experiência de vida continuarão presentes na nossa luta em Defesa das Crianças e Adolescentes e dos Direitos Humanos. A todos e todas que conviveram com ele e, em especial à equipe do Cedeca Emaús, nossos sentimentos e a certeza de que sua missão foi cumprida, aqui, conosco. Que seu caminho de luz reflita nas nossas lutas”.

Foto: Reprodução | Arquidiocese de Belém

Posts Em Destaque
Posts Recentes