• Cendhec

Cendhec integra o Conselho Estadual de Defesa Social e Segurança Pública



Foto: Marlon Diego/Divulgação


Por votação, o Cendhec foi escolhido, em março deste ano, para integrar o Conselho Estadual de Defesa Social e Segurança Pública durante o biênio 2021-2023. Ontem houve a primeira reunião dos participantes, o nome escolhido para representar o centro foi o de Luis Emmanuel, coordenador do Programa Direito à Cidade. Instalado em abril do ano passado, o CESPDS é um conselho permanente, de caráter consultivo e sugestivo. Deste modo, Luis, como Cendhec, e as demais instituições e entidades eleitas deverão propor, sugerir e acompanhar a política estadual de segurança pública e de defesa social em conjunto com representantes governamentais.


“Ontem quatro das oito vagas da sociedade civil foram empossadas já com a demanda de decidir sobre as que não foram preenchidas e escolher o o representante das entidades policiais”, explica Luis. “Decidimos também sobre o relatório do fundo estadual de segurança pública em 2019. Esse fundo recebe receitas para financiar projetos relacionados à segurança pública”. A participação da Sociedade Civil garante a defesa de populações mais vulneráveis e alimenta a Justiça Cidadã, voltada para a dignidade humana e pautada em solidariedade. Esta vaga se torna ainda mais importante em meio aos episódios de violência policial no nosso estado, como o despejo violento em Amaraji e a emboscada do Batalhão de Choque contra manifestantes no dia 29 de maio. “Como não podia deixar de acontecer, as entidades da sociedade civil se posicionaram junto ao secretário de defesa social sobre as investigações do episódio do 29M. O secretário, que é também presidente do Conselho, garantiu que as investigações estão acontecendo e que, em breve, teremos respostas.”

O Cendhec


Com 31 anos de atuação, o Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social, organização não governamental sem fins lucrativos, tem por objetivo defender e promover direitos às crianças, adolescentes, moradoras e moradores de assentamentos populares e grupos socialmente excluídos. Na vanguarda dos direitos humanos e inspirados pelos ensinamentos de Dom Helder Camara, líder que dedicou sua vida à proteção de pessoas vulnerabilizadas, principalmente durante regimes totalitários, temos por missão contribuir para a transformação social, rumo a uma sociedade democrática e popular, equitativa, que respeite as diversidades e sem violência. Para contribuir com as ações desse centro tão importante para os Direitos Humanos, faça uma doação:


Centro Dom Helder Camara de Estudos e Ação Social


Banco 237 – Bradesco S.A.


Agência: 1230-0


Conta Corrente: 39630-3


Código Iban: BR86 6074 0123 0000 0396 303c 1


Código Swift: BBDEBRSPRCE


CNPJ. 24.417.305/0001-61

Posts Em Destaque
Posts Recentes